São Paulo de Fato

Governo tem 1.360 vagas abertas para cursos gratuitos de qualificação profissional

Programa Minha Chance apresenta foco na empregabilidade; oportunidades são oferecidas segundo as vagas em empresas parceiras

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, está com 1.360 vagas abertas para 15 cursos de qualificação profissional oferecidas pelo programa Minha Chance em onze municípios paulistas.

Com foco na empregabilidade dos alunos, os cursos, com carga horária de 80 e 100 horas, são oferecidos de acordo com a demanda de empresas parceiras que cadastraram suas vagas no portal do Minha Chance.

O grande diferencial da iniciativa é que, no fim das aulas, já com o certificado, o aluno é encaminhado diretamente para o processo seletivo das empresas parceiras, aumentando a chance de ser empregado.

Capacitação

Segundo Daniel Barros, subsecretário de Ensino Técnico, Tecnológico e Profissionalizante da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o Minha Chance tem um papel estratégico e transformador na lógica da política de qualificação profissional do Governo do Estado, que é majoritariamente operacionalizada pelo Centro Paula Souza (CPS) e tem gestão da pasta.

“O programa mapeia oportunidades de geração de emprego de empresas estabelecidas em São Paulo e também o perfil profissional dessas vagas. Isso nos permite ofertar cursos profissionalizantes mais alinhados à demanda do mercado de trabalho. Ou seja, os beneficiários da nossa política de qualificação têm mais chance de conseguir um trabalho e, ao mesmo tempo, estamos aplicando os recursos públicos de forma mais eficiente e com foco em resultado”, explica.

O objetivo da iniciativa é otimizar a oferta de vagas em cursos de qualificação profissional por meio dos programas da secretaria e do CPS, de acordo com as demandas das empresas e do mercado de trabalho. O empregador tem a vantagem de direcionar suas vagas a profissionais com boa qualificação e o trabalhador faz o curso com a perspectiva de conseguir um emprego após se formar.

As empresas cadastram suas vagas na plataforma do portal e declaram suas necessidades de mão de obra qualificada no período de 2 a 6 meses. Com as informações, a pasta avalia a possibilidade de formação na região indicada e com o conteúdo proposto, levando em conta o potencial de absorção da mão de obra pelas empresas da região.

“De maio até aqui, já conseguimos quase 3 mil vagas em cursos profissionalizantes em mais de 15 cidades do Estado e desenhamos seis novos cursos em parceria com empresas como Amazon, Totvs, SAP, Grow Mobility e uma grande montadora do setor automotivo”, acrescenta Daniel Barros.

Inscrições

As inscrições, gratuitas, podem ser realizadas pela internet até a véspera do início do curso. A busca é feita por município e opção por curso disponível.

São cursos técnicos nas áreas de TI, vendas, mecânica, hotelaria e construção civil, entre outros.

1. Mecânica de Patinetes elétricos e similares
2. Montagem e Manutenção de Computadores
3. Manutenção de Máquinas Copiadoras e Impressoras
4. Inglês para Recepção
5. Espanhol para Recepção
6. Camareira
7. Técnicas de Vendas
8. Operador de Caixa
9. Ajudante de Cozinha
10. Almoxarife e Estoquista
11. Assistente Administrativo
12. Operador de Telemarketing
13. Carpinteiro de Obras
14. Pedreiro – Armador de Ferragens
15. Pedreiro – Assentador de Tijolos e Blocos

Oportunidades

Os cursos foram abertos em parceria com empresas como Grow, Bracell e Ri-Happy, que enfrentam dificuldades na hora de contratar profissionais capacitados.

A Grow, que opera as patinetes elétricas e bicicletas das marcas Yellow e Grin, criou, junto ao Centro Paula Souza, um novo curso de qualificação profissional de mecânica de patinetes elétricas, com potencial de contratação do aluno para as oficinas de manutenção da empresa.

A primeira turma começa em 30 de outubro, no galpão da empresa, na zona sul de São Paulo, com aulas ministradas por professores de Etecs e mecânicos da própria Grow.

“O curso de mecânica de patinete, oferecido pelo Minha Chance, é prova de uma nova demanda profissional e que exige cada vez mais pessoas capacitadas. Não teríamos operações sustentáveis sem oportunidades de formação como essa. Sem contar que ela também fortalece nossa iniciativa de RH Social, reconhecida também pela contratação de pessoas sem experiência, egressos do sistema prisional, moradores de áreas periféricas e pessoas ‘desacreditadas’ pelo mercado de trabalho”, avalia Marcelo Loureiro, cofundador e vice-presidente da Grow.

“As patinetes elétricas são soluções incríveis de transporte para curtas distâncias, ideal para a conexão entre a rede de transporte público e o destino do usuário, seja o trabalho ou a volta para casa, a chamada primeira ou última milha. Certamente, podem se tornar os meios de transporte do coração da população das cidades, que tanto sofrem com o trânsito e o transporte público”, completa o gestor.

Mais vagas

Em Lençóis Paulista, a Bracell está expandindo sua fábrica de celulose e contratando profissionais para a área de construção civil. Em parceria com a empresa, o programa Minha Chance está abrindo cursos de pedreiro e carpinteiro, começando em 29 de outubro e 11 de novembro.

A rede de loja de brinquedos Ri-Happy contratará, a partir de novembro, profissionais temporários. Em parceria com a empresa, o programa Minha Chance está oferecendo 360 vagas nos cursos de operador de caixa, almoxarife e estoquista e técnica em vendas, em cidades como São Paulo, Campinas, Jundiaí, Cabreúva e Guarulhos. As aulas começam no dia 30 de outubro e 11 de novembro.

A Netsupport está contratando prestadores de serviços. Em parceria com a empresa de tecnologia, a ação está oferecendo 360 vagas para os cursos montagem e manutenção de computadores e manutenção de máquinas copiadoras e impressoras. As aulas desses cursos começam em 11 de novembro em São Paulo, Campinas, Jundiaí, Ribeirão Preto e Sorocaba.

Na área de alimentação, o Programa Minha Chance está oferecendo 110 vagas do curso de ajudante de cozinha estão abertas para oportunidades de trabalho na rede de fast food Bob’s em São Paulo e Atibaia, e no restaurante Coco Bambu de Santo André. As aulas começam em 30 de outubro e 11 de novembro.

Os interessados podem consultar pela internet as informações sobre número de vagas, data de início e cidades serão ministrados os cursos.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Governo tem 1.360 vagas abertas para cursos gratuitos de qualificação profissional

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, está com 1.360 vagas abertas para 15 cursos de qualificação profissional oferecidas pelo programa Minha Chance em onze municípios paulistas.

Com foco na empregabilidade dos alunos, os cursos, com carga horária de 80 e 100 horas, são oferecidos de acordo com a demanda de empresas parceiras que cadastraram suas vagas no portal do Minha Chance.

O grande diferencial da iniciativa é que, no fim das aulas, já com o certificado, o aluno é encaminhado diretamente para o processo seletivo das empresas parceiras, aumentando a chance de ser empregado.

Capacitação

Segundo Daniel Barros, subsecretário de Ensino Técnico, Tecnológico e Profissionalizante da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o Minha Chance tem um papel estratégico e transformador na lógica da política de qualificação profissional do Governo do Estado, que é majoritariamente operacionalizada pelo Centro Paula Souza (CPS) e tem gestão da pasta.

“O programa mapeia oportunidades de geração de emprego de empresas estabelecidas em São Paulo e também o perfil profissional dessas vagas. Isso nos permite ofertar cursos profissionalizantes mais alinhados à demanda do mercado de trabalho. Ou seja, os beneficiários da nossa política de qualificação têm mais chance de conseguir um trabalho e, ao mesmo tempo, estamos aplicando os recursos públicos de forma mais eficiente e com foco em resultado”, explica.

O objetivo da iniciativa é otimizar a oferta de vagas em cursos de qualificação profissional por meio dos programas da secretaria e do CPS, de acordo com as demandas das empresas e do mercado de trabalho. O empregador tem a vantagem de direcionar suas vagas a profissionais com boa qualificação e o trabalhador faz o curso com a perspectiva de conseguir um emprego após se formar.

As empresas cadastram suas vagas na plataforma do portal e declaram suas necessidades de mão de obra qualificada no período de 2 a 6 meses. Com as informações, a pasta avalia a possibilidade de formação na região indicada e com o conteúdo proposto, levando em conta o potencial de absorção da mão de obra pelas empresas da região.

“De maio até aqui, já conseguimos quase 3 mil vagas em cursos profissionalizantes em mais de 15 cidades do Estado e desenhamos seis novos cursos em parceria com empresas como Amazon, Totvs, SAP, Grow Mobility e uma grande montadora do setor automotivo”, acrescenta Daniel Barros.

Inscrições

As inscrições, gratuitas, podem ser realizadas pela internet até a véspera do início do curso. A busca é feita por município e opção por curso disponível.

São cursos técnicos nas áreas de TI, vendas, mecânica, hotelaria e construção civil, entre outros.

1. Mecânica de Patinetes elétricos e similares
2. Montagem e Manutenção de Computadores
3. Manutenção de Máquinas Copiadoras e Impressoras
4. Inglês para Recepção
5. Espanhol para Recepção
6. Camareira
7. Técnicas de Vendas
8. Operador de Caixa
9. Ajudante de Cozinha
10. Almoxarife e Estoquista
11. Assistente Administrativo
12. Operador de Telemarketing
13. Carpinteiro de Obras
14. Pedreiro – Armador de Ferragens
15. Pedreiro – Assentador de Tijolos e Blocos

Oportunidades

Os cursos foram abertos em parceria com empresas como Grow, Bracell e Ri-Happy, que enfrentam dificuldades na hora de contratar profissionais capacitados.

A Grow, que opera as patinetes elétricas e bicicletas das marcas Yellow e Grin, criou, junto ao Centro Paula Souza, um novo curso de qualificação profissional de mecânica de patinetes elétricas, com potencial de contratação do aluno para as oficinas de manutenção da empresa.

A primeira turma começa em 30 de outubro, no galpão da empresa, na zona sul de São Paulo, com aulas ministradas por professores de Etecs e mecânicos da própria Grow.

“O curso de mecânica de patinete, oferecido pelo Minha Chance, é prova de uma nova demanda profissional e que exige cada vez mais pessoas capacitadas. Não teríamos operações sustentáveis sem oportunidades de formação como essa. Sem contar que ela também fortalece nossa iniciativa de RH Social, reconhecida também pela contratação de pessoas sem experiência, egressos do sistema prisional, moradores de áreas periféricas e pessoas ‘desacreditadas’ pelo mercado de trabalho”, avalia Marcelo Loureiro, cofundador e vice-presidente da Grow.

“As patinetes elétricas são soluções incríveis de transporte para curtas distâncias, ideal para a conexão entre a rede de transporte público e o destino do usuário, seja o trabalho ou a volta para casa, a chamada primeira ou última milha. Certamente, podem se tornar os meios de transporte do coração da população das cidades, que tanto sofrem com o trânsito e o transporte público”, completa o gestor.

Mais vagas

Em Lençóis Paulista, a Bracell está expandindo sua fábrica de celulose e contratando profissionais para a área de construção civil. Em parceria com a empresa, o programa Minha Chance está abrindo cursos de pedreiro e carpinteiro, começando em 29 de outubro e 11 de novembro.

A rede de loja de brinquedos Ri-Happy contratará, a partir de novembro, profissionais temporários. Em parceria com a empresa, o programa Minha Chance está oferecendo 360 vagas nos cursos de operador de caixa, almoxarife e estoquista e técnica em vendas, em cidades como São Paulo, Campinas, Jundiaí, Cabreúva e Guarulhos. As aulas começam no dia 30 de outubro e 11 de novembro.

A Netsupport está contratando prestadores de serviços. Em parceria com a empresa de tecnologia, a ação está oferecendo 360 vagas para os cursos montagem e manutenção de computadores e manutenção de máquinas copiadoras e impressoras. As aulas desses cursos começam em 11 de novembro em São Paulo, Campinas, Jundiaí, Ribeirão Preto e Sorocaba.

Na área de alimentação, o Programa Minha Chance está oferecendo 110 vagas do curso de ajudante de cozinha estão abertas para oportunidades de trabalho na rede de fast food Bob’s em São Paulo e Atibaia, e no restaurante Coco Bambu de Santo André. As aulas começam em 30 de outubro e 11 de novembro.

Os interessados podem consultar pela internet as informações sobre número de vagas, data de início e cidades serão ministrados os cursos.