São Paulo de Fato

Dureza: 50 caminhões Actros participam do início da colheita de soja no Piaui

O maior volume de produção de grãos da empresa é exportado para várias partes do mundo

Divulgação
  • Actros 2651 da Mercedes-Benz, com semirreboque tritrem de 9 eixos, tem capacidade para 50 toneladas de soja por viagem, otimizando o escoamento de grãos
  • Conforme expectativa da RISA, um caminhão Actros pode fazer 100 viagens durante 24 horas, transportando assim 5.000 toneladas em apenas um dia
  • Caminhões Actros e Novo Actros 2651 transportam a soja do campo para os armazéns dentro da própria Fazenda Ribeirão no Piauí
  • Na abertura da colheita, RISA põe em operação a maior colheitadeira e a maior plataforma de corte de grãos do mundo
  • Clique aqui e assista o vídeo sobre o evento

Os caminhões Mercedes-Benz Actros e Novo Actros demonstram força, robustez e excelente capacidade de carga nas operações do Grupo RISA, maior empresa do agronegócio do Norte e Nordeste do Brasil. Puxando tritrens de 9 eixos, o modelo 2651 6x4 chega a transportar 50 toneladas de soja por viagem, otimizando o escoamento de grãos para o cliente.

Entre 17 e 19 de fevereiro, uma frota de cerca de 50 unidades desta família de caminhões extrapesados Mercedes-Benz participou da abertura da colheita da safra 2020/2021 na Fazenda Ribeirão da RISA, no município piauiense de Baixa Grande do Ribeiro. Neste evento, a RISA colocou em operação a maior colheitadeira e a maior plataforma de corte de grãos do mundo.

No pico da colheita, muitos desses caminhões Mercedes-Benz da frota do cliente deverão fazer 100 viagens durante 24 horas, transportando assim 5.000 toneladas cada um apenas num dia, entre os pontos de colheita no campo e os armazéns da Fazenda Ribeirão, com as distâncias variando de 5 a 30 km.

“Além de destacar a força da nossa empresa e da soja, o objetivo desse evento é mostrar um Nordeste pouco divulgado, que é produtivo, grandioso e tecnológico”, afirma Anderson Gorgen, diretor comercial do Grupo RISA. “Isso está muito evidente no tamanho dessas máquinas, caminhões e tritrens, na tecnologia embarcada e na capacidade de colheita e transporte. Temos orgulho de atuar no campo e de gerar empregos e renda para o Piauí e região por meio dessa indústria a céu aberto que é a agricultura”.

Segundo o cliente, a RISA superou, em 2020, a marca de R$ 1 bilhão em faturamento. “Essa é uma conquista marcante para a nossa empresa e para o próprio setor do agronegócio. Poucos conseguem tal feito e nosso time é um deles, o que nos deixa muito satisfeitos”, diz Anderson Gorgen. 

A RISA foi o primeiro produtor do Estado a plantar a soja da safra atual e agora sai na frente na colheita. Visando potencializar o aproveitamento de suas fazendas, a empresa realiza duas produções por safra, a principal de soja e a safrinha, principalmente com milho, além de outros grãos.

Linha Actros conquistou a RISA pela força, baixo consumo e conforto

O extrapesado Actros 2651 6x4 é o caminhão escolhido pela RISA para transportar grãos e outros produtos da empresa, como fertilizantes, adubos e defensores agrícolas. Os primeiros 120 Actros 2651 entraram em operação em 2018, aos quais foram somadas 50 unidades no final de 2020, além de um Novo Actros 2651. Com isso, cerca de 80% da frota de caminhões 9 eixos da empresa são da marca Mercedes-Benz, operando com tritrens e também rodotrens.

“A Linha Actros foi escolhida para as nossas operações porque nos oferece força, baixo consumo de combustível e conforto para os motoristas com a cabina Leito Teto Alto, além da manutenção, que é fácil”, ressalta Anderson Gorgen. “O 2651 transporta 50 toneladas de soja por viagem com o tritrem, operando tanto na fazenda, quanto na estrada, porque a composição de 9 eixos e 74 toneladas de PBTC, com 26 metros de comprimento, atende à Lei da Balança”.

Actros mostra na RISA sua versatilidade de mix road

“O sucesso do Actros e do Novo Actros nos tritrens da RISA reafirmam, mais uma vez, a versatilidade desse nosso extrapesado como um mix road, que opera com a mesma eficiência, economia e produtividade nas rodovias e nos trechos não pavimentados dentro das áreas de produção no campo”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “O rigor da RISA com as operações de transporte e logística no escoamento de grãos, o que faz dela uma gigante do setor no País e líder do Norte e Nordeste, aumenta ainda mais a credibilidade dessa solução da nossa marca para o agronegócio”.

Fortalecendo ainda mais a parceria com a RISA, a Mercedes-Benz esteve presente na abertura da colheita de soja da safra 2020/2021 no Piauí. “Diante da expectativa de recorde de produção e de volumes fantásticos de transporte, é um orgulho ver o Actros e o Novo Actros mandando bem e respondendo às expectativas da RISA, uma referência no agronegócio, setor que segue liderando a economia do País. O Actros nasceu no agro e segue ganhando espaço e aprovação junto aos nossos clientes. O Novo Actros vai dar continuidade a essa história de sucesso”, diz Leoncini.

Tritrem é solução idealizada pela RISA

O tritrem é uma multicomposição idealizada pela RISA e desenvolvida em conjunto com a Librelato Implementos Rodoviários. São três carretas com basculamento lateral para uso na colheita de soja, milho e sorgo. O tritrem agiliza o descarregamento de grãos no Porto de Itaqui, em São Luís do Maranhão, numa média entre 600 e 1.000 km de distância conforme a área agrícola, e volta do porto com fertilizantes para as fazendas próprias e de produtores parceiros. Os caminhões também fazem a logística entre as unidades da empresa e o transporte de adubos e calcário.

O tritrem com basculamento lateral oferece rapidez no descarregamento de grãos e de fertilizantes, aumentando a produtividade no escoamento da produção agrícola. Além disso, tem mais facilidade de operação em comparação com o basculante convencional, que necessita de mais área para movimentação e manobras.

Na recente negociação com a RISA, conduzida pelos concessionários Mardisa de São Luís (MA) e Teresina (PI), além dos 50 Actros 2651, o cliente também adquiriu mais 13 caminhões da marca: o primeiro Novo Actros da frota da empresa, 3 extrapesados Axor 3131 6x4 para operações fora de estrada nas fazendas, transportando grãos, fertilizantes e defensivos; 6 semipesados Atego 2426 6x2 e 3 médios Atego 1419 para apoio no campo.

“Nossa expectativa é que o Novo Actros nos traga ainda mais economia no consumo de combustível, o que mostra que a Mercedes-Benz vem atendendo cada vez mais às demandas dos transportadores”, afirma José Antônio Gorgen, diretor presidente do Grupo RISA. “Aliás, os caminhões da marca estão melhores a cada dia porque estão ouvindo mais o cliente. O Actros foi ‘abrasileirado’ de acordo com nosso perfil de transporte. A opção de suspensão metálica e freios a tambor, por exemplo, aumentou a robustez do caminhão, tornando-o mais adequado às condições das nossas estradas”. 

José Antônio Gorgen ressalta ainda que a RISA tem uma tradição de fidelidade às parcerias e que isso vem crescendo com a Mercedes-Benz. “Para toda a nossa frota de caminhões contratamos Planos de Manutenção da marca com duração de cinco anos. O ótimo relacionamento com a Fábrica e o excelente atendimento e assistência oferecidos pela Mardisa reforçam essa parceria”.

Sobre o Grupo RISA

Com sede em Balsas, no Sul do Maranhão, o Grupo RISA atua na região da grande fronteira agrícola do Brasil hoje, conhecida como MATOPIBA, que abrange a área geográfica dos estados no Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Com 38 anos de atividades, 18 filiais, 6 fazendas e 3 misturadores de fertilizantes, o Grupo RISA engloba seis unidades de negócios: agricultura, fertilizantes, defensivos, logística, máquinas agrícolas e trading. Na cidade de Balsas, estão localizados o escritório central, armazéns gerais e várias de suas unidades. Na capital São Luís, conta com mais armazéns gerais e área de fertilizantes e em Uruçuí, no Oeste do Piauí, mantém culturas de soja e misturador de fertilizantes.

“Até 1998 nós trabalhamos muito bem da porteira para dentro. A partir daquele ano, percebemos que precisávamos olhar da porteira para fora. Foi aí que criamos a nossa unidade de Logística, já com um diferencial de mercado: só fazemos exclusivamente o transporte de cargas próprias entre as unidades da RISA, nossas fazendas e dos parceiros e o Porto de Itaqui”, informa José Antônio Gorgen. “A partir daí começamos a agregar negócios em torno da agricultura, criando, em 2000, os misturadores de fertilizantes. Temos assim uma operação completa dentro do agronegócio, que vive um excelente momento na economia do País, sendo o setor mais produtivo e o mais estabilizado do Brasil”.

O maior volume de produção de grãos da empresa é exportado para várias partes do mundo, como Europa, Ásia, América do Norte e África. Para o mercado interno, atende principalmente a região Nordeste, abastecendo granjas e indústrias de alimentos.

Sobre a Mercedes-Benz do Brasil

Presente no País há quase 65 anos, a Mercedes-Benz do Brasil é a maior fabricante e exportadora de caminhões e ônibus da América Latina, e líder no desenvolvimento de tecnologias para o transporte de cargas e de passageiros.

A Empresa tem unidades de produção de caminhões, de chassis de ônibus e de agregados (motores, câmbios e eixos) em São Bernardo do Campo (SP), de cabinas de caminhões em Juiz de Fora (MG), além de uma planta em Campinas (SP), onde produz peças remanufaturadas e abriga as unidades de Peças e Serviços ao Cliente, Logística de Peças e Global Training.

Em 2018, a Companhia inaugurou a primeira linha de caminhões no conceito 4.0 do País e lançou seu Campo de Provas, o maior do hemisfério Sul para veículos comerciais. Em 2019, em segunda fase da Indústria 4.0, a Empresa iniciou as operações em uma nova linha de cabinas e lançou o Novo Actros, caminhão mais inteligente, conectado, eficiente e seguro do País. Em 2020, foi a vez de inaugurar a fábrica 4.0 de chassis de ônibus.

Fonte

Luís Alberto Alves/Hourpress
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Dureza: 50 caminhões Actros participam do início da colheita de soja no Piaui

Luís Alberto Alves/Hourpress
  • Actros 2651 da Mercedes-Benz, com semirreboque tritrem de 9 eixos, tem capacidade para 50 toneladas de soja por viagem, otimizando o escoamento de grãos
  • Conforme expectativa da RISA, um caminhão Actros pode fazer 100 viagens durante 24 horas, transportando assim 5.000 toneladas em apenas um dia
  • Caminhões Actros e Novo Actros 2651 transportam a soja do campo para os armazéns dentro da própria Fazenda Ribeirão no Piauí
  • Na abertura da colheita, RISA põe em operação a maior colheitadeira e a maior plataforma de corte de grãos do mundo
  • Clique aqui e assista o vídeo sobre o evento

Os caminhões Mercedes-Benz Actros e Novo Actros demonstram força, robustez e excelente capacidade de carga nas operações do Grupo RISA, maior empresa do agronegócio do Norte e Nordeste do Brasil. Puxando tritrens de 9 eixos, o modelo 2651 6x4 chega a transportar 50 toneladas de soja por viagem, otimizando o escoamento de grãos para o cliente.

Entre 17 e 19 de fevereiro, uma frota de cerca de 50 unidades desta família de caminhões extrapesados Mercedes-Benz participou da abertura da colheita da safra 2020/2021 na Fazenda Ribeirão da RISA, no município piauiense de Baixa Grande do Ribeiro. Neste evento, a RISA colocou em operação a maior colheitadeira e a maior plataforma de corte de grãos do mundo.

No pico da colheita, muitos desses caminhões Mercedes-Benz da frota do cliente deverão fazer 100 viagens durante 24 horas, transportando assim 5.000 toneladas cada um apenas num dia, entre os pontos de colheita no campo e os armazéns da Fazenda Ribeirão, com as distâncias variando de 5 a 30 km.

“Além de destacar a força da nossa empresa e da soja, o objetivo desse evento é mostrar um Nordeste pouco divulgado, que é produtivo, grandioso e tecnológico”, afirma Anderson Gorgen, diretor comercial do Grupo RISA. “Isso está muito evidente no tamanho dessas máquinas, caminhões e tritrens, na tecnologia embarcada e na capacidade de colheita e transporte. Temos orgulho de atuar no campo e de gerar empregos e renda para o Piauí e região por meio dessa indústria a céu aberto que é a agricultura”.

Segundo o cliente, a RISA superou, em 2020, a marca de R$ 1 bilhão em faturamento. “Essa é uma conquista marcante para a nossa empresa e para o próprio setor do agronegócio. Poucos conseguem tal feito e nosso time é um deles, o que nos deixa muito satisfeitos”, diz Anderson Gorgen. 

A RISA foi o primeiro produtor do Estado a plantar a soja da safra atual e agora sai na frente na colheita. Visando potencializar o aproveitamento de suas fazendas, a empresa realiza duas produções por safra, a principal de soja e a safrinha, principalmente com milho, além de outros grãos.

Linha Actros conquistou a RISA pela força, baixo consumo e conforto

O extrapesado Actros 2651 6x4 é o caminhão escolhido pela RISA para transportar grãos e outros produtos da empresa, como fertilizantes, adubos e defensores agrícolas. Os primeiros 120 Actros 2651 entraram em operação em 2018, aos quais foram somadas 50 unidades no final de 2020, além de um Novo Actros 2651. Com isso, cerca de 80% da frota de caminhões 9 eixos da empresa são da marca Mercedes-Benz, operando com tritrens e também rodotrens.

“A Linha Actros foi escolhida para as nossas operações porque nos oferece força, baixo consumo de combustível e conforto para os motoristas com a cabina Leito Teto Alto, além da manutenção, que é fácil”, ressalta Anderson Gorgen. “O 2651 transporta 50 toneladas de soja por viagem com o tritrem, operando tanto na fazenda, quanto na estrada, porque a composição de 9 eixos e 74 toneladas de PBTC, com 26 metros de comprimento, atende à Lei da Balança”.

Actros mostra na RISA sua versatilidade de mix road

“O sucesso do Actros e do Novo Actros nos tritrens da RISA reafirmam, mais uma vez, a versatilidade desse nosso extrapesado como um mix road, que opera com a mesma eficiência, economia e produtividade nas rodovias e nos trechos não pavimentados dentro das áreas de produção no campo”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “O rigor da RISA com as operações de transporte e logística no escoamento de grãos, o que faz dela uma gigante do setor no País e líder do Norte e Nordeste, aumenta ainda mais a credibilidade dessa solução da nossa marca para o agronegócio”.

Fortalecendo ainda mais a parceria com a RISA, a Mercedes-Benz esteve presente na abertura da colheita de soja da safra 2020/2021 no Piauí. “Diante da expectativa de recorde de produção e de volumes fantásticos de transporte, é um orgulho ver o Actros e o Novo Actros mandando bem e respondendo às expectativas da RISA, uma referência no agronegócio, setor que segue liderando a economia do País. O Actros nasceu no agro e segue ganhando espaço e aprovação junto aos nossos clientes. O Novo Actros vai dar continuidade a essa história de sucesso”, diz Leoncini.

Tritrem é solução idealizada pela RISA

O tritrem é uma multicomposição idealizada pela RISA e desenvolvida em conjunto com a Librelato Implementos Rodoviários. São três carretas com basculamento lateral para uso na colheita de soja, milho e sorgo. O tritrem agiliza o descarregamento de grãos no Porto de Itaqui, em São Luís do Maranhão, numa média entre 600 e 1.000 km de distância conforme a área agrícola, e volta do porto com fertilizantes para as fazendas próprias e de produtores parceiros. Os caminhões também fazem a logística entre as unidades da empresa e o transporte de adubos e calcário.

O tritrem com basculamento lateral oferece rapidez no descarregamento de grãos e de fertilizantes, aumentando a produtividade no escoamento da produção agrícola. Além disso, tem mais facilidade de operação em comparação com o basculante convencional, que necessita de mais área para movimentação e manobras.

Na recente negociação com a RISA, conduzida pelos concessionários Mardisa de São Luís (MA) e Teresina (PI), além dos 50 Actros 2651, o cliente também adquiriu mais 13 caminhões da marca: o primeiro Novo Actros da frota da empresa, 3 extrapesados Axor 3131 6x4 para operações fora de estrada nas fazendas, transportando grãos, fertilizantes e defensivos; 6 semipesados Atego 2426 6x2 e 3 médios Atego 1419 para apoio no campo.

“Nossa expectativa é que o Novo Actros nos traga ainda mais economia no consumo de combustível, o que mostra que a Mercedes-Benz vem atendendo cada vez mais às demandas dos transportadores”, afirma José Antônio Gorgen, diretor presidente do Grupo RISA. “Aliás, os caminhões da marca estão melhores a cada dia porque estão ouvindo mais o cliente. O Actros foi ‘abrasileirado’ de acordo com nosso perfil de transporte. A opção de suspensão metálica e freios a tambor, por exemplo, aumentou a robustez do caminhão, tornando-o mais adequado às condições das nossas estradas”. 

José Antônio Gorgen ressalta ainda que a RISA tem uma tradição de fidelidade às parcerias e que isso vem crescendo com a Mercedes-Benz. “Para toda a nossa frota de caminhões contratamos Planos de Manutenção da marca com duração de cinco anos. O ótimo relacionamento com a Fábrica e o excelente atendimento e assistência oferecidos pela Mardisa reforçam essa parceria”.

Sobre o Grupo RISA

Com sede em Balsas, no Sul do Maranhão, o Grupo RISA atua na região da grande fronteira agrícola do Brasil hoje, conhecida como MATOPIBA, que abrange a área geográfica dos estados no Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Com 38 anos de atividades, 18 filiais, 6 fazendas e 3 misturadores de fertilizantes, o Grupo RISA engloba seis unidades de negócios: agricultura, fertilizantes, defensivos, logística, máquinas agrícolas e trading. Na cidade de Balsas, estão localizados o escritório central, armazéns gerais e várias de suas unidades. Na capital São Luís, conta com mais armazéns gerais e área de fertilizantes e em Uruçuí, no Oeste do Piauí, mantém culturas de soja e misturador de fertilizantes.

“Até 1998 nós trabalhamos muito bem da porteira para dentro. A partir daquele ano, percebemos que precisávamos olhar da porteira para fora. Foi aí que criamos a nossa unidade de Logística, já com um diferencial de mercado: só fazemos exclusivamente o transporte de cargas próprias entre as unidades da RISA, nossas fazendas e dos parceiros e o Porto de Itaqui”, informa José Antônio Gorgen. “A partir daí começamos a agregar negócios em torno da agricultura, criando, em 2000, os misturadores de fertilizantes. Temos assim uma operação completa dentro do agronegócio, que vive um excelente momento na economia do País, sendo o setor mais produtivo e o mais estabilizado do Brasil”.

O maior volume de produção de grãos da empresa é exportado para várias partes do mundo, como Europa, Ásia, América do Norte e África. Para o mercado interno, atende principalmente a região Nordeste, abastecendo granjas e indústrias de alimentos.

Sobre a Mercedes-Benz do Brasil

Presente no País há quase 65 anos, a Mercedes-Benz do Brasil é a maior fabricante e exportadora de caminhões e ônibus da América Latina, e líder no desenvolvimento de tecnologias para o transporte de cargas e de passageiros.

A Empresa tem unidades de produção de caminhões, de chassis de ônibus e de agregados (motores, câmbios e eixos) em São Bernardo do Campo (SP), de cabinas de caminhões em Juiz de Fora (MG), além de uma planta em Campinas (SP), onde produz peças remanufaturadas e abriga as unidades de Peças e Serviços ao Cliente, Logística de Peças e Global Training.

Em 2018, a Companhia inaugurou a primeira linha de caminhões no conceito 4.0 do País e lançou seu Campo de Provas, o maior do hemisfério Sul para veículos comerciais. Em 2019, em segunda fase da Indústria 4.0, a Empresa iniciou as operações em uma nova linha de cabinas e lançou o Novo Actros, caminhão mais inteligente, conectado, eficiente e seguro do País. Em 2020, foi a vez de inaugurar a fábrica 4.0 de chassis de ônibus.