São Paulo de Fato

Medalhão do Timão: Romero prova com números o quanto é essencial ao Corinthians

Com quase 200 jogos, camisa 11 acumula 37 gols, 4 títulos e a alcunha de artilheiro da Arena

Com quase 200 jogos, camisa 11 acumula 37 gols, 4 títulos e a alcunha de artilheiro da Arena (Foto: Andre Borges/AGIF)

Na última partida do Corinthians pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, um nome foi o grande destaque na goleada de 4 a 1 sobre o Vasco, no domingo (29), no Mané Garrincha em Brasília. Autor de três gols, Romero foi essencial no duelo, na forma de um “falso 9”, contudo fazendo a verdadeira diferença no jogo contra os cariocas e ajudando o Timão a se recompor no torneio, em 7º com 25 pontos.

Desde sua chegada, em 2014 o jovem paraguaio de 26 anos tem feito a alegria de uma torcida apaixonada pelo seu clube, mas que também é bastante exigente. Como se não bastasse, o mesmo jogador tem sido de lá pra cá, essencial em jogos importantes e decisivos, ajudando a equipe a levantar troféus e balançando as redes sempre que necessário.

Ángel Rodrigo Romero Villamayor, ou simplesmente Romero. Entre os mais íntimos, a quem o chame de “Romessi”, algo que parece ousado demais ao se comparar com o camisa 10 argentino, contudo, o paraguaio já fez tanto pelo Timão – e pode fazer ainda mais, que a comparação pode até ser levada em consideração.

Nascido na pequena Fernando de la Mora, cidade de pouco mais que 160 mil habitantes, na região metropolitana de Assunção, Romero tem o futebol em sua família, já que o irmão gêmeo, Oscar, também atua profissionalmente, defendendo o Shanghai Shenhua, da China. E não só fisicamente os dois são parecidos, pois o irmão também é meia-atacante, goleador e faz sucesso fora do país natal.

Isto porque, Romero já ganhou o status de estrangeiro com uma das melhores passagem pelo clube paulista, basta olhar os números. Pelo Timão, já foram 196 partidas, sendo 100 pelo Campeonato Brasileiro, marcando um total de 37 gols. Além disso, desde sua chegada, o paraguaio participou da campanha dos títulos do Brasileirão (2015 e 2017) e Bi-Paulistão (2017 e 2018).

Ele se coloca no patamar de lendas da história alvinegra como o volante colombiano Rincón, atuante em 158 jogos e ganhador dos Brasileiros de 98 e 99, Paulistão também de 99 e Mundial da Fifa de 2000. Há também o peruano Guerrero que marcou 54 vezes nos 130 jogos que participou, ganhando um Mundial (2012), uma Recopa Sul-Americana (2013), um Brasileiro (2015) e um Paulista (2013).

Podemos citar ainda o argentino Carlito Tévez, que mesmo em apenas 78 jogos, balançou 46 vezes as redes adversárias, ajudando o Timão na conquista de apenas uma taça, a do Brasileirão de 2005. E por que não citar o ex-goleiro húngaro José Lengyel, que entrou em campo pelo clube em 138 oportunidades, durante a década de 1930 e conquistou o bi-paulista de 37 e 38.

Ao ser comparado com estes nomes, Romero tem se colocado a frente, e possivelmente ultrapassará todos eles. Já é o que mais atuou com a camisa branca e preta e é ao lado de Rincón e Guerrero os gringos que mais ganharam títulos pelo Timão. Ainda é o terceiro maior artilheiro, porém, considerando o contrato estendido até julho de 2019, essa marca pode ser logo logo alcançada.

Pelo menos uma das marcas mais comemoradas pelo boleiro seja de artilheiro isolado da nova casa do clube. Desde sua inauguração em maio de 2014, a Arena de Itaquera viu o paraguaio balançar suas redes 26 vezes, marcando os últimos dois na vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro na quarta (25). Ele segue a frente de Jadson, com 21, e Jô, com 17, que não defende atualmente a equipe do Parque São Jorge.

Com tais números, Romero se tornou mais do que essencial para o Corinthians, já que é titular absoluto e em boa forma no elenco alvinegro. Se consolidou também como estrangeiro com uma das mais importantes passagens pela história alvinegra, e mais, um dos nomes responsáveis pela recente geração de sucesso do Timão.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Veja também

Felipão é demitido do Palmeiras
31Out

Felipão é demitido do Palmeiras

Reunião na Academia define a saída do treinador

Libertadores: Palmeiras enfrenta o Godoy Cruz, e Flamengo pega o Emelec
31Out

Libertadores: Palmeiras enfrenta o Godoy Cruz, e Flamengo pega o Emelec

O Palmeiras é o dono da melhor campanha no geral..

Palmeiras revê San Lorenzo em SP após 20 anos de jogo que serviu como consolo
31Out

Palmeiras revê San Lorenzo em SP após 20 anos de jogo que serviu como consolo

Grupo F da Copa Libertadores

Carille esboça time do Corinthians com novidades no ataque para pegar o Grêmio
31Out

Carille esboça time do Corinthians com novidades no ataque para pegar o Grêmio

A maior novidade ficou na parte do ataque teste