São Paulo de Fato

Coleta do Censo Demográfico 2022 começa nesta segunda-feira (1°)

Os recenseadores do IBGE visitarão 89 milhões de endereços sendo 75 milhões de domicílios

Imagem de capa
- Foto: EBC
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Nesta segunda-feira (1º) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deu início à coleta domiciliar do Censo Demográfico 2022. Nos próximos três meses, os recenseadores visitarão 89 milhões de endereços, sendo 75 milhões de domicílios. A estimativa é de que sejam contadas cerca de 215 milhões de pessoas.

Programado para ser realizado inicialmente em 2020, mas adiado devido à pandemia da Covid-19 e por questões orçamentárias, o Censo 2022 marca 150 anos do primeiro recenseamento feito no País.

O levantamento deste ano será colhido totalmente de forma digital. Os recenseadores utilizam um dispositivo móvel de coleta (DMC), que é um computador de mão, semelhante a um aparelho celular. Segundo o IBGE, os dados inseridos  estão criptografados e têm sistema de proteção. Nem mesmo os recenseadores têm acesso aos dados, depois de inseridos no dispositivo. 

O questionário básico traz perguntas sobre identificação do domicílio, informações sobre moradores, características do domicílio, identificação étnico-racial, registro civil, educação, rendimento do responsável pelo domicílio, mortalidade e dados da pessoa que prestou as informações.

Abordagem

Três formas de abordagem serão utilizadas para preencher os questionários: presencial, pela internet e por telefone. Mesmo que a pessoa opte por preencher o questionário pela internet, o recenseador irá a casa do entrevistado entregar um código necessário para preencher o questionário. Pelo telefone, ocorre o mesmo processo. No caso da entrevista pela internet, o morador terá sete dias para responder.

O Censo brasileiro é uma das maiores operações censitárias do mundo. No auge da operação, em torno de 183 mil recenseadores irão de porta em porta em todos os 5.570 municípios do País. Ao todo, são 452.246 setores censitários urbanos e rurais, 5.972 localidades quilombolas, 624 terras indígenas, 11.400 aglomerados subnormais e 5.778 grupamentos indígenas.

Para mais informações acesse aqui.

Com informações do IBGE

  • COMPARTILHE

Coleta do Censo Demográfico 2022 começa nesta segunda-feira (1°)

01/08/2022 22:47


Nesta segunda-feira (1º) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deu início à coleta domiciliar do Censo Demográfico 2022. Nos próximos três meses, os recenseadores visitarão 89 milhões de endereços, sendo 75 milhões de domicílios. A estimativa é de que sejam contadas cerca de 215 milhões de pessoas.

Programado para ser realizado inicialmente em 2020, mas adiado devido à pandemia da Covid-19 e por questões orçamentárias, o Censo 2022 marca 150 anos do primeiro recenseamento feito no País.

O levantamento deste ano será colhido totalmente de forma digital. Os recenseadores utilizam um dispositivo móvel de coleta (DMC), que é um computador de mão, semelhante a um aparelho celular. Segundo o IBGE, os dados inseridos  estão criptografados e têm sistema de proteção. Nem mesmo os recenseadores têm acesso aos dados, depois de inseridos no dispositivo. 

O questionário básico traz perguntas sobre identificação do domicílio, informações sobre moradores, características do domicílio, identificação étnico-racial, registro civil, educação, rendimento do responsável pelo domicílio, mortalidade e dados da pessoa que prestou as informações.

Abordagem

Três formas de abordagem serão utilizadas para preencher os questionários: presencial, pela internet e por telefone. Mesmo que a pessoa opte por preencher o questionário pela internet, o recenseador irá a casa do entrevistado entregar um código necessário para preencher o questionário. Pelo telefone, ocorre o mesmo processo. No caso da entrevista pela internet, o morador terá sete dias para responder.

O Censo brasileiro é uma das maiores operações censitárias do mundo. No auge da operação, em torno de 183 mil recenseadores irão de porta em porta em todos os 5.570 municípios do País. Ao todo, são 452.246 setores censitários urbanos e rurais, 5.972 localidades quilombolas, 624 terras indígenas, 11.400 aglomerados subnormais e 5.778 grupamentos indígenas.

Para mais informações acesse aqui.

Com informações do IBGE