São Paulo de Fato

Santos é derrotado em Curitiba e zona do rebaixamento vira realidade

Derrota por 2 a 0 abala as estruturas santistas, sobretudo o cargo de Jair Ventura

Derrota por 2 a 0 abala as estruturas santistas, sobretudo o cargo de JairVentura (Foto: Reprodução)

O Santos foi derrotado pelo Atlético-PR, na noite desta quinta, por 2 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba. Com a vitória, o Furacão quebra o próprio jejum sem vencer na sua Arena e empurra o Time da Vila Belmiro para a zona do rebaixamento, em 16° com apenas 6 pontos. O próximo desafio do Peixe também pelo Brasileirão, contra o Vitória, domingo (2) às 16h, na Vila Belmiro.
 
Aos 10 minutos, houve a primeira boa chance do Santos com Jean Mota cobrando escanteio. David Braz sobe mais alto que todo mundo para cabecear, a bola passa muito perto e por pouco o Santos não abre o placar.

Sete minutos depois, foi a vez do Atlético-PR responder e de forma mortal. Thiago Carletto cobrando escanteio na medida, e Thiago Heleno, sozinho, cabeceia firme para abrir o placar.

Depois de levar o primeiro, o Santos se segurou para não levar mais do clube paranaense que pressionava. Aos 24, em boa oportunidade, Pablo cruza da direita, Lucas Veríssimo rebate para trás, e Dodô dá um chutão para cortar.

O Santos tentava assustar no contra-ataque. Aos 26, o volante Renato recebe a bola e finaliza de fora da área. Bola passa à direita.
 
Aos 31, Cerletto cobra falta de quase do meio do campo, uma bomba que chega venenosa para Vanderlei. O arqueiro santista não consegue ficar com ela e espalma, livrando o Santos de tomar mais um gol.
 
Quatro minutos depois a sorte, ou melhor a trave, evitou que o Peixe tomasse o segundo. Na jogada em velocidade pela esquerda, Guilherme cruza um bola longa e Nikão no segundo pau dá um belo voleio de primeira com a perna esquerda. A bola acerta o travessão.
 
O Alvinegro Praiano ainda teve uma última oportunidade no fim da etapa inicial, aos 44, com Rodrygo arriscando de fora da área, mas com boa defesa de Santos.
 
No início da segunda etapa, aos 7, Diego Pituca faz falta perigosa para o Peixe em cima de Guilherme.  Após cobrança de Thiago Carletto, o meia aproveitou o rebote de Vanderlei e sem dó, o atleticano sozinho na área finaliza e faz o segundo do Furacão.
 
Após o rubronegro paranaense ampliar, o Santos tentou reagir no placar. Gabigol foi lançado em dois lances, primeiro aos 15, após passe de Jean Mota, mas pegando mal e mandando pra fora, e aos 18, quando chegou até marcar, porém em posição de impedimento,   depois de rebote no belo chute de Bruno Henrique de fora da área.
 
 O principal jogador do Atlético era Carletto, sempre requisitado nas jogadas ofensivas do Furacão. Em contra-ataque aos 25, o atacante recebe passe de Guilherme na entrada esquerda da área santista e de primeira com a canhota ele leva perigo a meta de Vanderlei, passando a bola pro cima do gol.
 
 E justamente, se não fosse pelo goleiro do Peixe, os mandantes imprimiriam uma goleada no time da Vila, já que aos 35, o camisa 1  fez uma sequência de três defesas salvadoras: primeiro na bola venenosa de fora da área de Carletto; em seguida, Nikão pega a sobra na linha de fundo, ajeita e chuta a queima roupa; o rebote é solto no meio da área para Lucho Gonzalez arriscar de primeira com a perna direita, porém Vanderlei espalma e salva o Santos do terceiro.
 
 O goleiro ainda livrou a equipe paulista mais uma vez aos 41, em cobrança de falta cobrada por Carletto de fora da área na direita. O chute forte é espalmado para a linha de fundo com Vanderlei dando um soco na defesa. No entanto, o Santos não conseguiu diminuir e o árbitro encerrou a partida.
 
 
FICHA TÉCNICA

 ATLÉTICO - PR 2 x 0 SANTOS

DATA : 31/05/2018

HORÁRIO : 21:00

ESTÁDIO : Arena da Baixada, Curitiba - PR

PÚBLICO:  9.173

ARBITRAGEM:    Savio Pereira Sampaio  apitou, auxiliado por Daniel Henrique da Silva Andrade e Ciro Chaban Junqueira, todos do Distrito Federal.

GOLS:  Thiago Heleno e Guilherme ( Atlético - PR)

CARTÕES AMARELOS: Pablo ( Atlético - PR); Bruno Henrique ( Santos)

 ATLÉTICO - PR : Santos, Zé Ivaldo, Thiago Heleno, Wanderson e Matheus Rosseto; Lucho Gonzales ( Camacho),Bruno Guimarães, Tiago Carleto e Nikão ( Bergson); Pablo e Guilherme ( Raphael Veiga). TEC :  Fernando Diniz.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Diego Pituca ( Léo Citadini), Renato ( Bruno Henrique) e Jean Motta; Sasha, Rodrygo ( Yuri Alberto) e Gabriel. TEC: Jair Ventura. 

BAIXE O APP SÃO PAULO DE FATO

SIGA - NOS NO INSTAGRAM

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

INSCREVA - SE NOSSO CANAL NO YOUTUBE

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Veja também

Felipão é demitido do Palmeiras
09Out

Felipão é demitido do Palmeiras

Reunião na Academia define a saída do treinador

Libertadores: Palmeiras enfrenta o Godoy Cruz, e Flamengo pega o Emelec
09Out

Libertadores: Palmeiras enfrenta o Godoy Cruz, e Flamengo pega o Emelec

O Palmeiras é o dono da melhor campanha no geral..

Palmeiras revê San Lorenzo em SP após 20 anos de jogo que serviu como consolo
09Out

Palmeiras revê San Lorenzo em SP após 20 anos de jogo que serviu como consolo

Grupo F da Copa Libertadores

Carille esboça time do Corinthians com novidades no ataque para pegar o Grêmio
09Out

Carille esboça time do Corinthians com novidades no ataque para pegar o Grêmio

A maior novidade ficou na parte do ataque teste