São Paulo de Fato

Palmeiras vence Atlético-PR em casa e encosta na briga pelo título do Brasileirão

Com 43 pontos, Verdão fica a três pontos do líder Internacional e permanece vivo na briga pelo caneco

Com 43 pontos, Verdão fica a três pontos do líder Internacional e permanece vivo na briga pelo caneco (Foto: Marcos Ribolli/Globoesporte.com)

Na noite desta quarta (5) em São Paulo, o Palmeiras venceu o Atlético-PR por 2 a 0 em jogo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois gols da vitória alviverde saiu apenas no segundo tempo com Willian, aos 25, após belo passe de Deyverson e Moisés, aos 49, de pênalti, para garantir os três pontos e deixar o Verdão dentro do G-4, em 3º com 43 pontos e permanecendo apenas a três do primeiro colocado.

Aproveitando o rodízio de jogadores para poupar peças já que a equipe ainda está viva em três competições simultaneamente, o técnico Luis Felipe Scolari começou a partida substituindo Weverton por Fernando Prass no gol alviverde, Thiago Santos ao lado de Felipe Melo no meio e Mayke e Victor Luis, nas laterais.

Apesar de favorito por jogar em casa e ter um elenco tecnicamente melhor, o Verdão teve dificuldades de chegar ao gol atleticano durante toda a partida. A primeira chegada de fato foi do Furacão, aos 22, quando em chegada pela esquerda, Bruno Nazário chuta cruzado e a bola passa pelo gol de Prass perigosamente e vai para fora.

No minuto seguinte, mais um susto do rubro-negro paranaense, já que Marcinho recebe na ponta direita e cruza milimetricamente para Nikão chegar batendo, porém ao lado da meta palmeirense.

O Verdão só foi chegar com perigo aos 30 da primeira etapa, em ataque pela direita que Mayke lança para Dudu. Este joga para dentro da área onde Willian tenta disputa, a zaga corta mal e a sobra fica com Borja que ajeita, porém o arremate vai à linha de fundo, após desviar na defesa e ir para escanteio.

O jogo era difícil para o Palmeiras já que o Atlético não só se defendia bem, mas também tomava iniciativa no ataque. Felipão resolve colocar Bruno Henrique no lugar de Thiago Santos e Deyverson no de Borja, já com bola rolando.

A entrada do atacante deu certo, já que aos 25, o camisa 16 recebe na linha do meio-de-campo e lança Willian na medida, que fica de cara para o gol e toca na saída de Santos que nada pode fazer. Palmeiras abre o placar.

Disposto a aumentar a vantagem, o Verdão foi para cima e aos 37, os papeis se invertem e dessa vez é o Willian que se livra da marcação e lança Deyverson, que recebe dentro da área, de cara para Santos, porém agora a bola não entra, com o goleiro atleticano salvando a meta rubro-negra.

O segundo gol foi sair somente nos minutos finais. Com 47 no relógio, Willian é lançado dentro da área e na hora de driblar Santos, o atacante é derrubado pelo goleiro, com a arbitragem assinalando pênalti. Na cobrança, Moisés não desperdiça, chutando bonito, firme e no alto do gol atleticano.

Com a vitória, o Palmeiras soma 43 pontos e encosta na briga pelo título do Brasileirão, já que fica a três do Internacional, que assumiu a liderança após tropeço do São Paulo diante do Atlético-MG, em Belo Horizonte. Já o Atlético-PR cai para 11º com 27.

O Verdão volta a campo no domingo (9), diante de seu maior rival, o Corinthians que perdeu para o Ceará, partida que resultou na demissão de Osmar Loss no comando do Alvinegro. O Derby Paulista acontece às 16h, no Allianz Parque, enquanto que na segunda, ocorre o duelo entre os atléticos, o Mineiro recebe o Paranaense, no Independência, às 20h.

 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 0 ATLÉTICO-PR - 23ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2018.

DATA: 05/09/2018.

HORÁRIO: 21h (Brasília).

LOCAL: Allianz Parque, São Paulo – SP.

PÚBLICO: 24.601.

ARBITRAGEM: Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (RJ); Auxiliares - Michael Correia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ).

GOLS: 2º TEMPO – Willian (PAL) aos 25’e Moisés (PAL) aos 49’.

CARTÕES AMARELOS: PAL – Dudu; CAP – Santos, Renan Lodi (Suspenso), Wellington (Suspenso).

CARTÕES VERMELHOS: nenhum.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Felipe Melo, Thiago Santos (Bruno Henrique) e Moisés; Dudu (Jean), Willian e Borja (Deyverson). Técnico: Luis Felipe Scolari.

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan (Rony), Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi (Márcio Azevedo); Wellington, Lucho González, Bruno Nazário (Guilherme), Nikão e Marcinho; Pablo. Técnico: Tiago Nunes.

 

BAIXE O APP SÃO PAULO DE FATO

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

INSCREVA-SE NOSSO CANAL NO YOUTUBE

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Veja também

Felipão é demitido do Palmeiras
06Jun

Felipão é demitido do Palmeiras

Reunião na Academia define a saída do treinador

Libertadores: Palmeiras enfrenta o Godoy Cruz, e Flamengo pega o Emelec
06Jun

Libertadores: Palmeiras enfrenta o Godoy Cruz, e Flamengo pega o Emelec

O Palmeiras é o dono da melhor campanha no geral..

Palmeiras revê San Lorenzo em SP após 20 anos de jogo que serviu como consolo
06Jun

Palmeiras revê San Lorenzo em SP após 20 anos de jogo que serviu como consolo

Grupo F da Copa Libertadores

Carille esboça time do Corinthians com novidades no ataque para pegar o Grêmio
06Mai

Carille esboça time do Corinthians com novidades no ataque para pegar o Grêmio

A maior novidade ficou na parte do ataque teste