São Paulo de Fato

Preço dos derivados de petróleo!

Cada vez que o preço da gasolina sobe, desce a afluência de cliente

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Abri as portas do abençoado terreiro. Poucos clientes à espera! Pensei: contas pra pagar, clientes ‘minguados’, água, luz, telefone, impostos aos montes, como farei pra sair dessa? Cada vez que o preço da gasolina sobe, desce a afluência de clientes! Tá danado! Uma pequena comissão de clientes - antes eram bastantes, agora, mixou – liderada pelo presidente de um sindicato, tomou a palavra: ”Magnânima guru, viemos ao abençoado terreiro para encomendar um trabalho: queremos que a senhora e seus guias africanos ‘dê um  basta nos aumentos semanais da gasolina! Alguns colegas que utilizavam isqueiros à gasolina, abandonaram o vício de fumar devido ao consumo de gasolina para acender o isqueiro! Imagine os colegas que possuem carro que gastam um pouco mais gasolina que o isqueiro, estão indo à falência!” Para desatar o nó foi convocado o caboclo Sete Flechas: “Zifios, ouvi seu pedido. De fato, o preço dos derivados de petróleo, especialmente a gasolina está acima do combinado! Os demais, também uma ladroeira no preço! Quanto ao Zifio que usa gasolina no seu isqueiro, utilize, doravante, isqueiro a gás que é mais econômico! Contra a alta da gasolina, somente 1 mês antes das eleições baixará. Depois das eleições, eles voltam a tirar o couro da população! Os clientes voltaram mais decepcionados ainda! “Votar pra que? Nenhum promessão resolve nada!”
Tia Alzira, presidente do terreiro da vovó Candinha.

  • COMPARTILHE

Preço dos derivados de petróleo!

Abri as portas do abençoado terreiro. Poucos clientes à espera! Pensei: contas pra pagar, clientes ‘minguados’, água, luz, telefone, impostos aos montes, como farei pra sair dessa? Cada vez que o preço da gasolina sobe, desce a afluência de clientes! Tá danado! Uma pequena comissão de clientes - antes eram bastantes, agora, mixou – liderada pelo presidente de um sindicato, tomou a palavra: ”Magnânima guru, viemos ao abençoado terreiro para encomendar um trabalho: queremos que a senhora e seus guias africanos ‘dê um  basta nos aumentos semanais da gasolina! Alguns colegas que utilizavam isqueiros à gasolina, abandonaram o vício de fumar devido ao consumo de gasolina para acender o isqueiro! Imagine os colegas que possuem carro que gastam um pouco mais gasolina que o isqueiro, estão indo à falência!” Para desatar o nó foi convocado o caboclo Sete Flechas: “Zifios, ouvi seu pedido. De fato, o preço dos derivados de petróleo, especialmente a gasolina está acima do combinado! Os demais, também uma ladroeira no preço! Quanto ao Zifio que usa gasolina no seu isqueiro, utilize, doravante, isqueiro a gás que é mais econômico! Contra a alta da gasolina, somente 1 mês antes das eleições baixará. Depois das eleições, eles voltam a tirar o couro da população! Os clientes voltaram mais decepcionados ainda! “Votar pra que? Nenhum promessão resolve nada!”
Tia Alzira, presidente do terreiro da vovó Candinha.

Veja também

Imagem de capa
Ibrahim Issa
Ibrahim Issa

SERIEDADE COM ALEGRIA

Imagem de capa
Henrique Veltman,
Henrique Veltman,

A Vigésima-Quinta Hora, de Virgil Gheorgiu

Imagem de capa
Professor Clóvis
Professor Clóvis

Até o clima sofre com a situação!

Imagem de capa
Ari Pereira
Ari Pereira

ITBI - DIZ A JUSTIÇA O VALOR DE REFERÊNCIA É ILEGAL